19.6.18

N.(i/a.n).JA Gangstar

Como é para você conviver
Com o fato de que é uma compensação
E não uma recompensa?
Ninja Gangstar, na sentença
Pois sei onde você mora, e a cor dos seus olhos.
Olhos Sangrentos
Que tento buscar em traços mais claros
E menos densos,
Mais densos e mais escuros,
Mais azuis e mais seguros,
Mas não são os seus traços.
Queria costurar sobre o buraco do peito,
O punhado de existência + um momento,
Na soma de produtos não validados.

Como é para você tentar e tentar
Chegando até o dia de chorar e se sufocar
Pensando e não ser uma doença?
Naja Gangstar, sem ofensa
Não quero saber onde você mora, pois tenho meu cão.
Não existem olhos mais belos do que o do meu cão,
São esses que devo amar por sei lá quantos anos,
Sou daqueles que não nasceu para ter pomares,
Vendo o amor em todos os lugares
Em uma palheta degradê.
Este silêncio está muito alto, tem como abaixar?

Elx era livre para fluir e não sabia.
Ainda não tinha a capacidade dos rios,
De se movimentar para a imensidão do mar e continuar...
Continuar em movimento.
Como é conviver com este sentimento?
Ninja-Naja Gangstar, bebê.
Não existem olhos mais belos do que o do meu cão,
Ah não, isso não!
Tem o amor de todas as cores + um.

By: Vinicius Osterer
Feito em 19 de junho de 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário