17.3.18

Não Mais Você

Não mais você, querido.
Silêncio é para os mortos.
Pérolas aos porcos,
Não mais para você.
Não mais você, querido.
Silêncio é para os fracos,
Qualquer idiota acreditaria,
Mas eu não sou qualquer idiota.
Todo “você” é sempre igual,
Vem, levam de mim o punhado que podem,
Enchem os bolsos e se sacodem,
Como se o mundo que eu vejo fosse grosseiro.

Não mais você, querido.
Silêncio é para os mortos,
Pérolas aos porcos,
Gosto de palavras que terminam na minha boca,
Cara a cara, sem coisa pouca,
Porque, amar? Amei, só que de repente,
Pérolas aos porcos, vi tanta gente,
Feche a porta depois que sair.
Não mais para você
Eu estou fechado.
Amor próprio faz bem?
Estou curado.
Feche a porta querido,
E vá pela sombra.

By: Vinicius Osterer
Feito em 17 de Março de 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário