11.5.17

Rei da Decadência

Segunda decadente, perderei mais um dente?
Perderei a mim mesmo dentro deste livro.
Ficarei por aqui, talvez bem vivo,
Talvez morto e enterrado,
Derrotado,
Meu reinado,
Eu sou o rei da decadência!
 

REC                                         TEN.
DECA                                 ENTE.
DECAR           SOU            OESTE.
DECADE         SOL          DOENTE.
DECADENTE.SOLIDOIE.DOENTE.
DECADENTE.SOLIDÃO. DOENTE.
DOENTE.SOLIDÃO. DECADENTE.

Não sabia que o fracasso doía tanto,
Se quiser chorar ao menos que seja olhando a paisagem,
Sobre as colinas distantes que completam a minha imagem,
Me deixa quieto aqui no meu canto.
Deixa machucar e invadir o meu peito.
Sim, perfeito!
Já fui um dia tão simbólico...
Meu reinado de palavras acaba por aqui!
Nestas coisas simples e desnecessárias.
Tchau. Adeus. Já vou tarde...
Estou na decadência, mas não estou morto.

By: Vinicius Osterer
Feito em 24 e 25 de Abril de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário